domingo, 5 de outubro de 2008

PROJETO VIVA MELHOR BIODANÇA PARA TODOS

P R O J E T O “viva Melhor” b i o d a n z a PARA TODOS
Facilitadora Gisele Parreira
www.biodanza.com.br




Introdução

É você quem cria sua vida ou apenas a aceita?
Buscar um significado especial para nossas vidas não é tarefa fácil.
A Biodança, dança da vida, é uma proposta para entrar em contato profundo com a vida. O que significa adquirir autonomia, auto-estima, segurança, vitalidade e saúde; poder expressar suas emoções, saber transformar a realidade em oportunidade.
Se você não tem um sentimento profundo e abrangente a respeito de si próprio e um entusiasmo criativo por suas possibilidades, não está no caminho para a melhor vida possível. A insegurança pode levar à inatividade, a formas de adiamento, à reclusão defensiva e à relutância em afirmar seu lugar no mundo.
Não se pode negar que o mundo moderno e as novas tecnologias têm facilitado muito a vida do homem, mas, por outro lado, contribuíram para afastá-lo do contato com os outros, com a natureza e, principalmente, consigo mesmo, provocando uma das mais graves doenças da atualidade: a dissociação entre o sentir, o pensar e o fazer.

É por isso que as pessoas têm procurado cada vez mais recursos para melhorar sua qualidade de vida, seja no trabalho, em casa ou na comunidade.

A Biodança é um importante instrumento para desenvolver todos os potenciais genéticos adormecidos no ser humano pelo processo cultural e que desperta o indivíduo para a realização de seu maior objetivo: viver e ser feliz.



O QUE É BIODANÇA?

O termo Biodança ou Biodanza foi criado a partir de uma reflexão semântica, por se tratar de uma disciplina de características inéditas para a qual não existia um termo apropriado.
“Biodanza é um sistema de integração afetiva, renovação orgânica e reaprendizagem das funções originarias de vida, baseada em vivências induzidas pela dança, pelo canto e por situações de encontro em grupo”.
A Biodança leva as pessoas a se conhecerem, a se aceitarem como são e ficarem mais desinibidas e felizes. Aos poucos vai ajudando-as a aumentarem sua auto-estima, a eliminarem os medos provocados pela sociedade... como o medo de se expressar, de colocar limites, de explicitar seus desejos, seus anseios, o medo de confiar e olhar nos olhos do outro, de tocar, de ser tocado, de se aproximar etc..... No lugar dos medos surgem permissões... A pessoa é convidada no seu ritmo e do seu jeito a se mover, a se expressar, a se cuidar, a olhar os ritmos diferentes das pessoas e a aceitá-las em suas diferenças....
Praticando a Biodança as pessoas vão resgatando um tempo para cuidarem de si mesmas, sua capacidade de contornar obstáculos na vida, sua espontaneidade, flexibilidade e transparência... e as pessoas com tendência à depressão, vão redescobrindo o prazer de viver.
Cada um vai saindo de sua casca e vai percebendo que existem outros que como ela, buscam formas de viver mais solidárias e com mais qualidade de vida, centrando sua inteligência na afetividade.
A afetividade e o cuidado consigo mesmo e com o outro é o ponto fundamental do trabalho na Biodança, por isso as vivências ao som da música, supõe sempre uma auto-regulação, um olhar para si e para o outro, um ousar mas também um auto-respeitar... cada um faz o que é possível e como é possível naquele momento ... Sabendo que sempre podemos conectar com dons e possibilidades que às vezes não acreditamos que temos...

A Biodança convida as pessoas a ousarem ser felizes, com o simples e óbvio da vida... resgatando a sensibilidade para olhar o brilho dos olhos de outro ser humano, cuidar da sua própria vida , a conectar com a sua capacidade de pedir, dar e receber... Viver cada segundo da vida com toda a intensidade...
As sessões de Biodança facilitam um clima de confiança e abertura, propiciado pela presença suave, terna, receptiva e disponível dos participantes em vivenciar essa nova maneira de expressar a vida, permitindo a cada um conectar-se, cada vez mais profundamente com a sua própria identidade.
O processo de cada sessão ocorre em duas fases: uma verbal e outra vivencial. A verbal acontece no início e abrange aproximadamente um terço da sessão e o tempo restante é de vivências, músicas e movimentos.

Mediante exercícios semi-estruturados, demonstrados pelo facilitador e realizados por todos os membros do grupo, são deflagradas vivências de integração nas áreas de vitalidade, sexualidade, criatividade, afetividade e transcendência. Os exercícios (danças) resgatam gestos de vida encontrados no cotidiano de cada pessoa e nas experiências dos diversos povos em diferentes épocas de suas histórias. Através deles busca-se resgatar vivências de vinculação a si mesmo, à espécie e ao universo, desenvolvendo novas relações em que o ser expressa vida e supera obstáculos.
O prefixo “Bio“ deriva do termo Bios que significa vida. A palavra “danza”, do espanhol, na acepção francesa significa movimento integrado pleno de sentido.
O criador da Biodança é um Chileno chamado Rolando Toro Araneda. O primeiro nome dado ao sistema que criou foi Psicodanza, na década de 60, quando desenvolvia pesquisas com música e danças para o tratamento de doentes mentais na Universidade do Chile.
Após estudos semânticos, Rolando Toro percebeu que o nome Psicodanza não era apropriado e construiu, com Cecília Luzzi uma lista de cinquenta nomes que pudessem designar um sistema abarcando-o em sua totalidade, no qual os movimentos e cerimônias de encontro acompanhados de música e canto, induzissem vivências capazes de modificar o organismo e a existência humana em diversos níveis: imunológico, homeostático, afetivo motor e existencial.

A idéia aproximava-se do conceito de “Dançar a Vida” proposto por Roger Garaudy. Era necessário reestabelecer o conceito original de dança como um movimento natural pleno de significado e com um poder inusitado de induzir transformações na própria existência.
Deste 1977, a antiga PSICODANZA passou a ser chamada, no Brasil, de “Biodança - Sistema Rolando Toro”, como tem sido divulgada e conhecida até hoje, contemplando assim o caráter holístico do sistema onde corpo, mente e espírito constituem um todo inseparável na manifestação da vida (Bios).


BENEFÍCIOS DA BIODANÇA

A Biodança tem efeitos rápidos para elevar o estado de ânimo; os movimentos estimulam neuro-endócrinicamente, trazendo uma sensação de bem estar físico.
Dissolve as tensões musculares e psicológicas crônicas;
Melhora a auto-estima e auto-imagem;
Melhora as expressões das emoções e dos sentimentos;
Integra o esquema do movimento corporal;
Regula e equilibra as funções orgânicas internas.
Há diminuição de doenças;
Reparação orgânica;
Diminuição dos estados de angústia;
Mudanças profundas e duradouras em atitudes de vida.
Integração motora: ritmo, coordenação, flexibilidade, fluidez, eutonia, elasticidade, unidade e harmônia dos movimentos.
Aumento de energia vital e disposição para a ação.
Aumento da alegria e coragem de viver, ampliação da percepção de ser parte da totalidade.
Integração entre o pensamento, sentimento e ação.
Coragem para expressar as emoções: alegria, tristeza, raiva, medo, ternura.
Coragem para ser criativo e feliz; para eliminar os relacionamentos tóxicos.
Coragem para criar e estimular relacionamentos nutritivos.
Coragem para ser solidário, despertar da consciência social e política.
A Biodança aumenta suas possibilidades na vida.


METODOLOGIA DA BIODANÇA ?


· Consiste em vivências integradoras em grupo, utilizando música, canto e a dança, esta compreendida como movimento pleno de sentido. Respeitando-se os níveis motores de cada um, cuidando da auto-regulação e da continuidade do trabalho conforme o contrato preestabelecido com o grupo. Cada pessoa é acompanhada através de fichas individuais com informações fornecidas pela instituição e as que serão acrescentadas no decorrer do processo.

· A apresentação da biodança privilegia um encontro vivencial, onde cada participante entra na experiência, compreendendo a vivência a partir do próprio corpo e suas percepções. A duração ideal são duas horas, com uma apresentação verbal de 30 minutos dos participantes, do facilitador e sobre a proposta, representando uma terço e o restante vivência.

· Os encontros e a seqüência dependerá dos objetivos e podem ser em um Works Shop num fim de semana, em um local especial (hotel fazenda). Encontros Semanais de uma 01 (uma)vez com duração de 02:00. A continuidade do trabalho deve ter no mínimo 3 (três) meses de duração à (6) seis meses.

· O local deve ser amplo com espaços para movimentação das pessoas. Equipamentos de som, para uso das músicas.

Cenário Atual
O movimento da Biodança conquista, cada vez mais, espaço em todo mundo.
Está presente nos países da América do Norte, Central e muito desenvolvida na América do Sul. Na Europa está presente na Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, França, Holanda, Itália, Noruega, Portugal, Reino Unido, Suécia e Suíça. Começa a desenvolver-se também na África do Sul, Austrália, Japão e Rússia. É um movimento mundial.


Atualmente muitas organizações e grupos de pessoas tem buscado a Biodança como uma alternativa para melhorarem seus relacionamentos e se posicionarem melhor perante a vida.
Cada vez mais as empresas estão preocupadas em oferecer uma vida mais saudável a seus funcionários, pois funcionário feliz, produz mais e melhor.
Nesse sentido, a Biodança é de extrema importância, oferecendo soluções específicas para as necessidades mais comuns dentro da empresa:
Capacitação do Ser Humano:- Flexibilização- Prontidão- Auto-estima- Motivação
Conectividade:- Desenvolvimento de equipe- Parcerias- Integração de cultura
Qualidade de vida:
- Família- Campanha educativa- Tabagismo- Alcoolismo- Drogas- programa de preparação para aposentadoria- LER (Lesões por Esforços Repetitivos)
- Saúde integral para a pessoaCelebrações- Datas comemorativas e outras



PÚBLICO-ALVO

Empresas de diversos seguimentos que pratiquem treinamentos entre seus funcionários.
Empresas que trabalhem especificamente com treinamento empresarial.
Instituições de Educação. (Escolas e Faculdades).
Academias que tenham interesse em atividades que vão além do esporte.
Spa’s
Clínicas de Estética
Clínicas de Reabilitação
Espaços para a Melhor Idade
Ong´s
Organizações Culturais
Instituições para pessoas com necessidades especiais.
Instituições Governamentais nas várias áreas de atuação: saúde, educação, justiça, desenvolvimento social.

E demais instituições ou grupos que visem melhorar a qualidade de vida afetiva e humana entre seus membros, resgatando vínculo, motivação, integração, sinergia, flexibilidade, auto-estima, ampliando a cooperação e incluindo o diferente.


Proposta de PARCERIA

Como já foi exposto anteriormente, a Biodança, como uma forma real de melhoria de vida, sendo assim acreditamos que é possível alcançar os objetivos dispostos neste projeto. Podemos ver a Biodança hoje como um bom negócio, com investimento bem pequeno e retorno rápido.
Sendo assim propomos às empresas, academias, clínicas e demais instituições ou grupos uma aula experimental de Biodança. Para isso será cobrado somente o custo de deslocamento da facilitadora e o transporte dos equipamentos necessários para aula.
Sendo possível também, caso seja de interesse que as pessoas da empresa ou grupo se desloquem até a sala onde já há um grupo formado que já realiza o trabalho de Biodança.
(Este caso com presença confirmada anteriormente).

GISELE PARREIRA

Informações sobre sua formação, experiências e contatos
· Psicanalista, pós-graduada em metodologia de ensino superior pelo CEPEMG, e Pós Graduada em Teoria Psicanalítica pela Faculdade Rendentor do Rio de Janeiro, e facilitadora de Biodança pela Escola de Biodanza de Minas Gerais, filiada à International Biocentric Foundation, sistema Rolando Toro. Com experiência clínica, e em grupos terapêuticos de adultos, empresas e terceira idade.

CONTATO:
(55-31) 34242805 - 92470711
email: giseleparreira@biodanzagp.com.br - www.biodanzagp.com.br

Um comentário:

Otto Pessoa disse...

Parabéns Gisele! seu blog esta lindo e o projeto muito bem escrito,você é um exemplo a ser seguido por nos facilitadores de belo horizonte.sucesso nos grupos!

BioAbraços
Otto